quinta-feira, 17 de julho de 2014

MAIS UMA EDIÇÃO DO FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS



Começa hoje o 24º Festival de Inverno de Garanhuns, um dos maiores eventos multi cultural do nosso País. Além da música, o festival de arte e cultura contempla o cinema, as artes cênicas, o artesanato, a dança, a literatura, entre outras manifestações, ao todo são 17 pólos de animação. 

Passei mais de seis anos solicitando ao Governo do Estado que o homenageado do FIG fosse o seu criador e esse ano o nosso Festival irá prestar a mais justa homenagem ao Sr. Ivo Tinô do Amaral, que foi vereador e prefeito de Garanhuns, além de ser deputado, e de suas gestões tivemos talvez as duas maiores decisões da nossa história recente, que mudaram a vida cotidiana, cultural e econômica do município: O Relógio das Flores e o Festival de Inverno de Garanhuns.

Portanto, pela soma de qualidades, na vida pública e particular, sinto-me feliz em ver o reconhecimento a alguém tão importante na história de todos nós e desse grandioso evento, e agradeço ao Ex- Governador Eduardo Campos por atender nossa solicitação.

Ainda quero registrar minha solidariedade aos artistas de Garanhuns e região que foram habilitados para participar do FIG, mas a Prefeitura não os representou perante FUNDARPE, mesmo o Prefeito de Garanhuns dizendo que ia investir 2 milhões de reais no FIG.

Que possamos acolher os Turistas e festejar um maior evento cultural de Pernambuco. Que Todos tenham um ótimo Festival de Inverno de Garanhuns.


Sivaldo Albino

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Câmara rebate acusação de Armando e lembra o caso dos shows fantasmas envolvendo o PTB

Blog Magno Martins

Apesar de defender o discurso da paz política, o candidato Paulo Câmara (PSB), apoiado pelo ex-governador Eduardo Campos, adotou o tom crítico para responder o seu principal adversário na disputa pelo governo estadual, o senador Armando Monteiro Neto (PTB). De perfil técnico e sem nenhuma eleição na bagagem, Paulo mostrou seu lado político para rebater as acusações de que estaria utilizando a máquina pública em favor da sua campanha. Ele relembrou o caso dos shows fantasmas envolvendo o PTB na administração estadual, que estorou em 2009.

“Conhecemos a seriedade das pessoas que fazem parte do serviço público. Nunca trabalhamos assim (utilizando a máquina). Trabalhamos correção na utilização dos recursos públicos. Eu fui secretário de três pastas e inclusive fui para o Turismo para resolver um problema de mau uso dos recursos públicos”, afirmou.

Paulo Câmara assumiu a secretaria no final do primeiro mandato de Eduardo Campos, depois do desgaste enfrentado pelo então secretário Silvio Costa Filho. Questionado sobre o envolvimento de Silvio  Filho, Paulo disse apenas que os autos do processo mostram os responsáveis. A declaração foi dada durante um ato com a militância do partido na manhã de ontem, no Poço da Panela.

Silvio Costa Filho, que foi vice-líder do governo Eduardo (2010 a 2013), disse que só se pronunciaria hoje, após a publicação do contéudo da declaração. 

Começa cadastramento de eleitores para votar em trânsito

Blog da Folha

 O eleitor que pretende votar fora de sua cidade nos dias 5 e 26 de outubro, primeiro e segundo turno do pleito geral, poderá requerer o benefício nos cartórios eleitorais a partir desta terça-feira (15). O prazo termina no dia 21 de agosto.
O voto em trânsito permite que o cidadão que esteja viajando, vote em municípios com mais de 200 mil eleitores, mas só para escolher o presidente da República. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 92 cidades terão voto em trânsito. A lista completa pode ser conferida no site do TSE.
Para poder votar em outra cidade, o eleitor deverá procurar o cartório eleitoral, indicando onde estará no dia da votação. É preciso levar um documento oficial com foto no dia da solicitação do serviço à Justiça Eleitoral. Após o cadastramento, o cidadão fica impedido de votar na seção de origem, mas poderá pedir o cancelamento até o fim do prazo.

terça-feira, 1 de julho de 2014

IZAÍAS DEVOLVE MAIS DE 1,7 MILHÃO EM RECURSOS AO MINISTÉRIO DO TURISMO


O Governo do Prefeito Izaías Régis vem sendo marcado por declarações de que vem captando recursos junto ao Governo Federal para aplicação em obras na Cidade. Mas numa rápida consulta ao Portal da Transparência da Prefeitura de Garanhuns constatamos que foram devolvidos neste ano de 2014, nada menos que R$ 1.723.339,91 (um milhão, setecentos e vinte e três mil e trezentos e trinta e nove reais e noventa e um centavos) ao Ministério do Turismo.
A maior parte desses recursos (R$ 1. 298.765,90) seria destinado a obras de infraestrutura turística e integravam o Convênio PT 247.872158 – CC 647.1679, conforme o publicado no Empenho da Prefeitura Municipal de Garanhuns com o número 11038, de 1º de janeiro de 2014 (conforme imagem 1).
Já o restante dos recursos devolvidos (R$ 424.574,01) integravam o Convênio PT 28037200 – CC 647.2128, e tinham como objeto a pavimentação com asfalto de várias ruas e a pavimentação e drenagem da Cohab II. Estes dados compõem o Empenho nº 571, da Prefeitura Municipal de Garanhuns, datado de 7 de março de 2014 (conforme imagem 2). Encaminhei no dia 12/03/2014 através do ofício nº 013/2014 o pedido de Informação ao Secretário da Fazenda sobre os motivos das devidas devoluções, e até o momento os mesmo não foram respondidos.
Convido você amigo cidadão de Garanhuns a uma reflexão: será que a nossa Cidade não precisava desses recursos? Será que a Cohab 2 não precisa ter as suas ruas pavimentadas?. Isso é uma falta de responsabilidade desse Prefeito para com a nossa cidade, para com o povo de Garanhuns. Devolver dinheiro ao Governo Federal por conta de incompetência administrativa é escandaloso. Essa não é a Cidade que quero e que você quer, não é mesmo?.
Agora a Prefeitura enviará uma nota explicando que estes recursos foram perdidos por culpa das gestões anteriores, mas essa desculpa não cola, pois tiveram 18 meses para sanar as pendências e não perder estes recursos que seriam tão importantes para o povo de Garanhuns.  
Sivaldo Albino
Vereador de Garanhuns

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Prego batido, ponta virada!!! Sivaldo Albino será o Candidato da Frente Popular em Garanhuns


Em entrevista ao programa Falando com o Agreste na ultima terça feira, dia 17, o candidato a senador da Frente Popular de Pernambuco, Fernando Bezerra Coelho (PSB) confirmou que o vereador Sivaldo Albino (PPS) será o candidato a Deputado Dstadual da Frente aqui em Garanhuns.
  
“Tivemos uma reunião ontem (dia 16) com Paulo Câmara, Henry, Sileno Guedes, Geraldo Júlio, Antônio Figueira, Marcílio Domingues, Raul Jungmann e a presidenta Débora (PPS) e fechamos as costuras finais para apresentação da candidatura de Sivaldo a deputado estadual pela Frente Popular em Garanhuns. Ele vai fazer a dobradinha com Tadeu Alencar, candidato a deputado federal (...); a candidatura de Sivaldo é prioritária dentro do PPS e passa a ser também prioridade para Frente Popular”, pontuou Fernando Bezerra Coelho, complementando que com a decisão, o PPS se integra ao conjunto de partidos que defenderão o nome de Paulo e FBC, ao Governo do Estado e ao Senado, respectivamente.  

Além de ser o candidato da Frente Popular de Pernambuco em Garanhuns, Sivaldo recebeu o apoio de um grupo de empresários e de profissionais liberais de diversos seguimentos, também terá o apoio e a coordenação na campanha de Alexandre Marinho, figura conhecida por ter participado de grandes campanhas vitoriosas em Garanhuns. Além dessas forças o vereador Sivaldo Albino e candidato a deputado estadual deve receber o apoio de Zé da Luz, que foi majoritário em Garanhuns na última eleição para deputado, e que na eleição de 2012 teve quase 23 mil votos para Prefeito de Garanhuns. Mais pessoas e lideranças de Garanhuns e região vão se engajar nos próximos dias nessa grande união para Garanhuns e o Agreste volte a ter um representante na Assembléia Legislativa. Com essa união Tadeu Alencar  deve ter uma grande votação em Garanhuns e o palanque da Frente popular vai em busca de vencer as Eleições na Suiça Pernambucana com Paulo Câmara Governador, Raul Henry Vice, Fernando Bezerra Coelho Senador e Eduardo Campos Presidente. Sivaldo Albino está muito confiante numa vitória depois dessa grande união em torno do seu nome.


Eu só posso retribuir esse apoio e confiança ao nosso futuro Presidente Eduardo campos, aos futuros Governador e Senador Paulo Câmara e Fernando Bezerra, com muito trabalho e dedicação total nas suas campanhas. A campanha deles será a minha em cada canto de nossa Cidade, finalizou Sivaldo Albino.  

Maioria do STF vota contra nova distribuição de bancadas na Câmara

Blog do Jamildo

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABrA maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nessa quarta-feira (18) derrubar a resolução da Justiça Eleitoral que mudou a composição de 13 bancadas estaduais na Câmara dos Deputados. Os ministros entenderam que a distribuição das cadeiras por estados deverá ser mantida como está, sem a nova distribuição feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Os ministros seguiram o voto da ministra Rosa Weber, relatora de duas ações que também questionaram a regra do TSE. Segundo a ministra, a corte eleitoral invadiu a competência legislativa do Congresso ao revisar o número de cadeiras. “A norma de caráter regulatório pode conter regras novas, desde que preservada a ordem vigente de diretos e obrigações, que se impõe como limite ao agente administrativo. Regras novas e não direito novo”, disse.
O voto de Rosa Weber foi seguido pelos ministros Teori Zavascki, Luiz Fux, Marco Aurélio, Celso de Mello e pelo presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, que votou contra a norma, por entender que a legislação não delegou poderes ao TSE para mudar o tamanho das bancadas. “Fixar o número total de deputados e a representação por cada uma das unidades [da Federação], isso é matéria para ser tratada por via administrativa? Evidentemente, não”, afirmou.
Relator de outras cinco ações contra a resolução, o ministro Gilmar Mendes foi voto vencido e defendeu a resolução do TSE, por entender que, de acordo com a Constituição, a corte tem poderes para promover a atualização do número de cadeiras. O ministro criticou o fato de o entendimento da Justiça Eleitoral ser derrubado por um decreto aprovado pelo Senado e pela Câmara dos Deputados. O entendimento de Mendes foi seguido pelos ministros Luís Roberto Barroso e Dias Toffoli, que também ocupa o cargo de presidente do TSE.
Na decisão, os ministros também declararam inconstitucional a Lei Complementar 78/1993, que autorizou a Justiça Eleitoral a fazer os cálculos da representação dos estados e que também definiu que a fixação das bancadas é feita de forma proporcional e não ultrapassará 513 deputados. Para decidir essa questão, o plenário voltará a ser reunir na semana que vem para decidir o alcance da decisão.
A polêmica sobre a mudança na composição das bancadas começou após uma decisão do TSE, em abril do ano passado, ao julgar um recurso apresentado pela Assembleia Legislativa do Amazonas. A assembleia alegou que a representação do estado na Câmara dos Deputados não condizia com o número de habitantes, pois tinha como referência um censo defasado. O legislativo amazonense argumentou no recurso que estados com menor população, como Alagoas e Piauí, tinham mais representatividade na Câmara – com nove e dez deputados federais, respectivamente, enquanto o Amazonas tem oito.
Conforme a decisão do TSE, perderiam uma cadeira os estados de Alagoas e Pernambuco, do Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Ficarão sem duas cadeiras a Paraíba e o Piauí. Ganharão uma cadeira o Amazonas e Santa Catarina; duas cadeiras, o Ceará e Minas Gerais. O maior beneficiado é o Pará, que terá mais quatro deputados.
A nova composição das bancadas foi definida de acordo com o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os cálculos levaram em conta a população do estado e os números mínimo (oito) e máximo (70) de parlamentares permitidos por lei para uma unidade da Federação, além do quesito de proporcionalidade exigido pela Constituição.

terça-feira, 3 de junho de 2014

Comunicado aos Amigos e Amigas



O Vereador Sivaldo Albino, imbuído do propósito de bem servir aos interesses de Garanhuns e da região agreste, comunica à população que após exaustiva consulta a amigos, correligionários e eleitores, DECIDIU definitivamente disputar uma vaga de deputado estadual na Assembléia Legislativa de Pernambuco.

Estando no exercício do seu 4º mandato de vereador e nunca tendo se omitido do seu dever de fiscalizar e tornar transparente as ações do Executivo Municipal e o fato de Garanhuns não ter nenhum representante no parlamento estadual, mesmo possuindo mais de 80 mil eleitores, são as razões que o levaram a tomar esta decisão.

Além disso, também atendendo à convocação do seu partido, comunica ainda que a partir de agora irá visitar cada um dos bairros e cada uma das localidades do nosso município e do Agreste para, juntamente com o povo, elaborar o seu plano de ação parlamentar para exercer um mandato antenado com as reais necessidades da população.

Aproveita ainda a oportunidade para desejar a todos uma excelente Copa do Mundo para todos, com muita paz, harmonia e que no final todos possam comemorar a conquista de hexacampeão mundial de futebol, aliviando um pouco as dificuldades do dia a dia e trazendo alegria para todo o povo brasileiro.


Garanhuns, 02 de junho de 2014.

SIVALDO ALBINO

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Eduardo vai a Juazeiro e visita a estátua do Padre Cícero

Blog Inaldo Sampaio

020614 - Foto Victor EleutérioO candidato do PSB à Presidência da República,Eduardo Campos, cumpriu agenda neste fim de semana no interior do Ceará.
Foi a primeira vez que ele esteve no Estado após a saída do partido dos irmãos “Ferreira Gomes” (Cid e Ciro).
A programação incluiu o recebimento de títulos de cidadão nas cidades de Barbalha e Juazeiro, uma visita a familiares que residem no Crato (três irmãs do seu avô, Miguel Arraes), uma passagem pela estátua do Padre Cícero Romão Batista e participação na festa do Pau da Bandeira, em Barbalha, além da inauguração da sede municipal do PSB no Crato.
Em coletiva de imprensa, o candidato fez novas críticas à presidente Dilma Rousseff (PT) dizendo que ela ganhou a eleição no Nordeste com mais de 10 milhões de votos, mas não olha para a região. “Mas o povo que bota é o mesmo que tira”, acrescentou.
Segundo ele, a passagem de Dilma ficará marcada na história como a de menor crescimento do PIB desde o presidente Deodoro da Fonseca.
Durante visita à estátua do Padre Cícero, Eduardo Campos teve o seu nome citado na missa pelo padre Ocenir como “ex-governador de Pernambuco e, se Deus quiser, futuro presidente do Brasil”.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Vereador Sivaldo Albino mostra documentação que comprovam que a ACIAGAM terá que devolver R$ 570 mil reais por irregularidades em Shows


O vereador Sivaldo Albino (PPS), continua cumprindo o seu papel de fiscalizar a aplicação de verbas públicas destinadas ao município de Garanhuns. Na semana passada o parlamentar recebeu uma vasta documentação do Ministério do Turismo, onde consta o resultado da reanálise técnica da prestação de contas de um convênio celebrado entre o órgão e a Associação do Comercio da Indústria e Agroindustrial de Garanhuns e Agreste Meridional, ACIAGAM, no ano de 2009.
No documento, o Ministério do Turismo pede a devolução de R$ 570 mil, pelo fato da entidade comandada pelo então deputado Izaías Régis (PTB), hoje prefeito de Garanhuns, não ter conseguido provar a aplicação dos referidos recursos. O Ministério do Turismo repassou a associação, R$ 1.950.000,00 (um milhão, novecentos e cinquenta mil reais) para a realização do “Circuito do São João do Agreste”, com festas em Garanhuns, Cachoeirinha, Capoeiras, Correntes, Paranatama, Saloá e Terezinha. E depois que as festas acabaram, a Aciagam precisou provar que realmente usou o dinheiro de uma forma lícita, só que não conseguiu e por isso precisará devolver parte dos recursos.
Casos inusitados foram registrados pelo Ministério do Turismo. A contratação de “Gilberto e Banda”, por R$ 20 mil é um desses. O artista de São Bento cobrou R$ 2 mil de cachê. Já a banda “O Bom Quixote”, que na época tocava por cerca de R$ 800, aparece na relação da ACIAGAM com um cachê de R$ 20 mil. Além disso, a  ACIAGAM disse ter usado R$ 480 mil para pagar propaganda numa rádio FM do Recife, no entanto, não conseguiu comprovar tal investimento.
FARRA COM O DINHEIRO DO POVO - Curiosamente, a entidade conseguiu comprovar algumas contratações que não deixam de ser suspeitas, pelos valores informados. O cantor Léo e Banda, que faz sucesso nas noites em Garanhuns apareceu com seu cachê pago no de R$ 15 mil o que é totalmente fora da realidade do preço praticado pelo músico naquela época e nos dias de hoje. A banda Forró Danado de Bom, também aparece com o mesmo valor pago pelo seu cachê R$ 15 mil, mas também não condiz com valor praticado por essa banda em cada apresentação.

OUTROS CASOS - As contratações de outras seis atrações também merecem ser analisadas com cuidado, principalmente, por quem é da área de eventos. A banda “Bonde da Paixão” foi contratada por R$ 10 mil reais, a banda Forró Pesado teria recebido R$ 10 mil, a banda Forró Lamerengue, também teria recebido R$ 10 mil, enquanto “Feras do Forró” ficou com o cachê de 20 mil reais, o mesmo valor pago ao cantor André Rio. Já a banda “Amor Perfeito”, teria abocanhado R$ 50 mil reais naquela festa de 2009. “Os valores são fora da realidade, o que pode direcionar que há indícios de superfaturamentos”, aponta o vereador Sivaldo Albino.

O vereador também considera um absurdo o fato da ACIAGAM ter dito ao Ministério do Turismo que fez investimento de quase meio milhão de reais numa rádio do Recife. Para fazer valer o princípio da transparência, Sivaldo decidiu encaminhar para toda a imprensa cópias dos documentos, que estavam sendo mantidos em sigilo absoluto pelo prefeito Izaías e demais envolvidos no episódio do “showgate”, como ficou conhecido numa referência ao escândalo do Watergate. 









Confira a Análise do Blogueiro Ronaldo César


Os candidatos de Izaías



GARANHUNS - BLOG DO RONALDO CESAR - PERNAMBUCO


Já não é segredo que três pré-candidatos do PTB regional a Deputado Estadual estão se movimentando em Garanhuns: Romário Dias, Álvaro Porto e Washington Cadete. Embora não tenham oficialmente o apoio do prefeito Izaías Régis, têm a simpatia, já que fazem parte do projeto do candidato a governador Armando Monteiro.

Izaías ainda não definiu seu candidato a deputado estadual e se está aguardando a definição do PDT nacional, imagina-se, pela lógica, que o vereador Zaqueu Lins passa a ter a preferência, mas qualquer que seja o nome, não vai pegar mais o governo unido no apoio, pois as movimentações de Romário, Álvaro e Washington já conseguiram aliados importantes, e continuam buscando lideranças para seus projetos.

Se Izaías não proíbe estas conversações, é porque autoriza, mesmo que indiretamente. E parece que agora a meta é ganhar em Garanhuns, ser majoritário, mesmo que não eleja seu indicado. Izaías já não tem apoios regionais de sua época de deputado. Na eleição de 2014 para o candidato que decidir apoiar, o principal adversário parece ser Sivaldo Albino, que é o principal nome da oposição municipal, por vezes, único.

Curiosamente, a vice-prefeita, Rosa Quidute, que também poderia ter apoios já definidos dentro do governo, tem recebido um tratamento quase de candidata de oposição, com críticas públicas do prefeito. O PT estadual tem colocado a pré-candidatura de Rosa como uma das prioridades no interior do estado, e muita gente ainda acredita que seria o melhor nome para Izaías, pois não teria que custear a campanha, é aliada de um partido que o PTB correu para garantir o apoio, principalmente por conta de Lula e Dilma, e ainda liberaria a vaga de vice para uma futura composição eleitoral.

Mas Izaías criou uma situação pessoal que não pretende voltar atrás, antecipando a rejeição, a menos que seja costurado por cima, diretamente com Armando, o que é difícil, mas não impossível. É curioso ver Izaías elogiando sempre Álvaro, Romário e Washington e criticando Rosa Quidute, quando o PT é o principal aliado dos trabalhistas na campanha de 2014.

Gersinho Filho também continua com sua candidatura posta, e mesmo com o Solidariedade indo para Paulo Câmara, não é descartado receber o apoio do prefeito. De qualquer forma, é um nome de dentro do governo, apoia Izaías Régis e sua administração, e mesmo com o PS indo para a Frente Popular, Gersinho anunciou que está com Armando Monteiro.

Enquanto os de casa encontram dificuldades para esta movimentação dentro do governo, os três regionais caminham para formar fortes grupos de apoio, principalmente entre os aliados de Izaías.

Atraso em obras do PAC dá prejuízo de R$ 28 bilhões

Blog Magno Martins

A demora do governo em concluir no prazo obras de infraestrutura incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) causou um prejuízo de R$ 28 bilhões à sociedade, apenas num grupo de seis projetos analisados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O valor é próximo ao que se estima gastar na realização da Copa. O estudo procura medir os benefícios que deixaram de ser gerados para o País apenas pela demora.

Leva em conta, por exemplo, o que poderia ter sido a produção agropecuária no Nordeste, caso a transposição do São Francisco tivesse ficado pronta no prazo fixado pelo governo. Ou as receitas de exportação de minérios e grãos que deixaram de ocorrer pelo atraso na construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).